Home / Festa São Pedro 2015

Category Archives: Festa São Pedro 2015

Feed Subscription

Solenidade Pedro e Paulo Homilia de Dom Carlos

dom carlos

A programação do dia 29 de Junho, na ocasião da Festa de São Pedro, terminou com a procissão saindo da Paróquia São Pedro às 17:00, seguida da Santa Missa presidida pelo nosso bispo diocesano Dom Carlos Alberto dos Santos, e co-celebrada pelo Pe. Roberto Pereira da Silva e sacerdotes da nossa diocese.

A Santa Missa aconteceu na Paróquia São Pedro, e contou com a participação de religiosos (as), consagrados (as) e muitos fiéis leigos que encheram não somente a paróquia, como a Praça dos Leões.

Dom Carlos iniciou a Santa Missa, saudando o Pe. Roberto, sacerdotes, religiosos (as), consagrados (as), pastorais e movimentos, povo de Deus das Paróquias, senhor prefeito, Miro presidente da Câmara.

Em sua homilia, Dom Carlos meditou sobre a Solenidade de São Pedro e São Paulo.

Confira algumas citações da homilia:

“No início do cristianismo existia uma perseguição muito grande, e mesmo diante das perseguições Pedro e Paulo não desistiram de anunciar. Um gesto bonito da comunidade que serve de exemplo para nós, ao saberem que Pedro estava preso, oraram. Na primeira leitura tiramos duas coisas: Prisão de Pedro pela Fé, mas, pela oração ele é livre da prisão. É nós diante dos sofrimentos, nós rezamos? Somos uma Igreja orante? São Paulo procura mesmo na velhice se entrega ao Pai, mostrando que Ele não se cansou de evangelizar do companheiro de Pedro, Paulo. O evangelho nos mostra Jesus fazendo uma pergunta aos seus discípulos. Jesus já está sabendo da respostas deles. Quem é Jesus para você? Pedro ter a coragem de anunciar, Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo. Quem dera pela nossa Fé nos pudéssemos anunciar, Tu és Cristo, o filho de Deus vivo. Como seria bom que todos nós pudéssemos fazer o mesmo, homens de oração. Hoje, o sucesso de Pedro, é o Papa Francisco. Ele nos pede que todos nós rezemos por ele. Vai depender de nós, aceitar a palavra de Deus, sairmos da nossa timidez, da nossa preguiça, para levarmos Jesus para os outros irmãos. Os dez mandamentos se nós colocássemos em  prática, o mundo seria melhor. Que tipo de cristão nós somos? Ser Igreja não é apenas saber, mas, viver. Não é ler a Palavra, mas, viver. Que combustível nós colocamos em nossa vida? Nos coloquemos diante de Deus. Como eu estou vivendo os mandamentos? Propaguemos em nossa vida a nossa fé. Nossa senhora diz: fazei tudo que meu filho vos disser. São Pedro continue nos abençoando, abençoando a nossa cidade”.

Ao final da Santa Missa Dom Carlos agradeceu a todos que colaboraram junto ao Padre Roberto para a realização do Novenário e da Festa de São Pedro, padroeiro da nossa diocese.

Depois da Santa Missa, tivemos as barraquinhas com comidas típicas, e a apresentação do cantor Cosme, da cidade do Rio de Janeiro.

Texto Sara Mendes

Foto Mauricio Jesus

Carreata

GEDSC DIGITAL CAMERA

Em continuidade a programação do Dia da Festa de São Pedro, 29 de Junho, tivemos a carreata, às 10:00. Esse ano a carreata saiu da Paróquia São Pedro, percorrendo as ruas da nossa cidade, passando pela Avenida Getúlio Vargas em direção a saída de Medeiros Neto e depois retornando até a Avenida das Nações.

A carreata, como acontece todos os anos, contou com a participação de muitos fiéis, encerrando com a tradicional bênção dos carros, concedida pelo Pe. Roberto Pereira da Silva, administrador paroquial, da Paróquia São Pedro – Catedral Diocesana.

Texto e foto Sara Mendes

Solenidade Pedro e Paulo Padre Isael

GEDSC DIGITAL CAMERA

Celebramos hoje, dia 29 de Junho, a Solenidade de São Pedro e São Paulo, mártires e pilares da Igreja Católica. A programação deste dia de Festa, começou com a Santa Missa às 7:00, presidida pelo Rev. Reitor do Seminário Propedêutico e Administrador Paroquial da Paróquia São José Operário de Teixeira de Freitas, Pe. Isael Silva.

Em sua homilia, Pe. Isael meditou a importância desse dia para a nossa Igreja.

Confira algumas citações da homilia:

“Hoje nós podemos dizer que estamos celebrando o nascimento da Igreja de Deus. O Senhor antes de dizer Tu és Pedro, já tinha chamado 12 homens para uma missão de evangelizar. A Igreja de Jesus foi se formando aos poucos. As leituras de hoje nos remetem a origem da Igreja, a origem da Fé cristã e nos fazem sentir protegidos por fazer parte dessa Igreja. Hoje nós precisamos olhar para a imagem de são Pedro e devemos ver todos os pastores que conduzem a Igreja nesse mundo. O Papa por ser sucessor de Pedro nos ensina a verdade, a praticar a caridade. O sonho da Igreja é que todos os cristãos cumpram o que está no depósito da fé. Em primeiro lugar a Sagrada Escritura. O Papa é um guardião da Sagrada Escritura. O Papa precisa ler e interpretar para o mundo a Sagrada Escritura. O Papa é para o mundo o que Jesus foi para Pedro. Os mandamentos falaram tão forte nos corações dos apóstolos que eles tiveram coragem de abandonar seus projetos, se colocando a serviço. Esses homens transformaram o mundo. O maior adjetivo dos apóstolos é testemunhar a Ressurreição de Jesus Cristo. Pedro não pode duvidar da Ressurreição. Pedro aparece no Novo Testamento como aquele que dá autenticidade de Jesus Cristo. Pedro recebeu de Jesus as Chaves do Céu. Grande é a nossa alegria em poder celebrar essa grande solenidade. Que nós sejamos seguidores de Pedro e de Paulo. Entremos em sintonia com os Santos e Santas de Deus.”

Ao final da Celebração Pe. Isael falou da alegria em poder celebrar essa solenidade na Catedral, que além de ser a Igreja no qual recebeu seu Diaconato e seu Presbiterado, é a Igreja Mãe da Diocese.

 Texto e Foto Sara Mendes

Festa do Padroeiro São Pedro: 9° dia

GEDSC DIGITAL CAMERA

Celebramos hoje, 28 de Junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a última noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:00 e foi presidida pelo Pe. Metódio Macedo, que está colaborando em nossa diocese na cidade de Ibirajá.

Pe. Metódio agradeceu o Pe. Roberto pelo convite e desejou-lhe que Deus lhe abençoasse sempre. Em sua homilia, foi meditado como subtema, o nono mandamento, “Não desejar a mulher do próximo”. Pe. Metódio iniciou sua homilia pedindo a ação do Espírito Santo para compreendermos a Palavra.

Confira algumas citações da homilia:

“Deus nos fala no Santo Evangelho: eu estou unindo esse homem e essa mulher para viver eternamente. É claro que exige renúncia. O matrimonio cobra do homem e da mulher uma experiência com Deus. Em Tobias, Tobias fala para Sara, para que eles se preparem para o matrimônio. Se você olhou para aquela mulher, ou se você olhou para aquele homem com segunda intenção você está em pecado. Quando chegar a infidelidade ao seu coração, você vai dizer eu tenho Deus, eu tenho uma família. Tudo que vamos fazer temos que nos colocar na presença de Deus. O meu corpo não é para prostituição, mas é para santificação, é templo do Espírito Santo. Em muitos momentos nós não sabemos decidir. Tem mulheres que não tem comportamento de mulher casada. Em nenhum momento na Sagrada Escritura diz que a prostituição é sinal de benção. A família que não busca a Deus, não entende os mistérios do Senhor na vida matrimonial. O número três é o numero santo: O Pai, o Filho e o Espírito Santo precisam estar na sua casa, precisam estar no seu matrimônio. A Palavra do Senhor tem que ser vivida na sua casa. A família de hoje tem que viver o que Deus fala, tem que viver o que Deus pede. A Igreja há mais de 2000 anos existe. As ovelhas estão na Igreja. Matrimônio imprime benção de Deus na sua vida. Todo sacerdote é pastor e sacerdote. A tua família é uma benção de Deus. Pedimos a Deus pela tua casa, pelo teu matrimônio. Pedimos a graça de saber decidir diante de Deus. Jesus nunca vai te abandonar. Jesus nunca vai deixar a tua casa, Jesus nunca vai deixar a tua família. Busca o Senhor você e sua casa”.

Após a Santa Missa, tivemos barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show com o Patrick – Forró do Céu.

Texto da Sara Mendes

Foto Deibson Cruz

Festa do Padroeiro São Pedro: 8° dia

GEDSC DIGITAL CAMERA

Celebramos hoje, 27 de Junho de 2015, na Paróquia São Pedro – Catedral Diocesana, a oitava noite da Novena em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A Celebração Eucarística aconteceu às 19h e foi presidida pelo Pe. Epaminondas, administrador paroquial da Quase Paróquia Santa Luzia na cidade de Itabatan – BA.

Em sua homilia, Pe. Epaminondas, filho da Paróquia São Pedro, meditou como subtema, o oitavo mandamento da Lei de Deus, “Não levantar falso testemunho”.

Confira algumas citações da homilia:

“A mensagem dos mandamentos resumido em um só substantivo é vida. Jesus: Caminho, Verdade e Vida. Deus tudo que faz, todo seu esforço é pela vida, toda vida, em especial a do ser humano. Na liturgia em Gênesis, o comunicado que Isaac chegaria. Deus acolhe Isaac. Isaac apresenta dois: Saul e Jacó. E Jacó apresenta os doze. O Senhor coloca a vida no Centro. Sara sorriu, duvidou da verdade do Senhor. Sara, você mentiu, levantou falso testemunho contra mim. O salmo de hoje, salva a pele de Sara, porque Maria louva o Senhor. Sara foi salva por Maria. Não seja covarde, acolha o caminho do Senhor. Quem quer me seguir, tome sua cruz. A Cruz é sinônimo de maturidade. Em Gênesis, o Senhor escolhe Abraão e Sara, e depois Isaac, até chegar o Centurião Romano. O que é verdade para o Centurião Romano, é a Lei, são as ordens, os mandamentos. O Senhor encontrou fé naquele estrangeiro. Todo homem e toda mulher que leva sua vida honesta, que é honesto com Deus, Deus te ama, Deus se alegra com você. Jesus jamais vai descartar você. Jesus sempre faz coisas para a gente se alegrar. Os mandamentos resumidos dizem: Eu quero a vida e não a morte. Não tomar o nome de Deus em vão é o segundo mandamento, e não tomar o nome da comunidade em vão é o oitavo. O quanto devemos amar a Deus, devemos amar o irmão. Do jeito que respeitamos a Deus, devemos respeitar o nosso irmão. Quantas vezes nós tratamos o nosso irmão com indiferença. Quando a notícia é boa a gente faz questão de esquecer. Será que nós não enganamos os outros? Conheça a Verdade e pare de ser mentiroso. O homem e a mulher mentirosos não entrarão no Reino dos Céus. Falso testemunho é sempre mentira. Você não é Deus para condenar alguém. Mesmo quando você está sendo verdadeiro não tem direito de matar o outro, mas, deve salvá-lo. Você também é julgador? Você que é fofoqueiro se converta essa noite. A vida não é feita para ser vegetada, mas, vivida. Seja humilde. Ao invés de julgar as pessoas, porque você não vai lá e ajuda? Acredite no amor, acredite que sua língua é para o bem, para amar a Deus, para amar o próximo. Você nasce para se amar.”

Após a Santa Missa, a programação da oitava noite do novenário teve continuidade com as barraquinhas com comidas típicas e a apresentação da atração Musical Banda Arkanjos, da cidade de São Paulo, que contagiou a presença dos muitos fiéis que estavam na Praça Castro Alves (Praça dos Leões).

Texto de Sara Mendes

Foto de Sara Mendes

Festa do Padroeiro São Pedro: 7° dia

7° dia do novenário

Celebramos hoje, 26 de junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a sétima noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:30 e foi presidida pelo Padre Fabiano dos Santos Costas. Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Ba e coordenador do setor da Diocese .

Em sua homilia, foi meditado o subtema,  do sétimo mandamento, “não roubar”.

Confira algumas citações da homilia:

“A festa do Padroeiro da cidade é tempo de alegria, mas também é tempo de refletir sobre nossa fé, e a nossa conduta, por isso nesse novenário estamos nos aprofundando nos 10 mandamentos.  Todo povo precisa de uma lei, sobretudo o povo de Deus, pois a lei de Deus é o desejo de Seu coração, e quando nós nos deixamos conduzir pelo Seu espírito, a lei passa a ser graça. Lei é luz!

E hoje refletindo sobre o sétimo mandamento: Não roubar, enxergamos que ele prega o respeito à pessoa humana e seus bens, mais do que uma ordem, por trás desse mandamento, há a vontade de Deus para que nos assemelhemos à Ele, sem soberba, sem usura, e sim com o desejo de nos denegarmos à Deus e aos irmãos.Pois quem vive honestamente vive do seu trabalho, de seu suor! O trabalho é visto pela igreja como fonte de bênçãos!

Portanto o trabalho que antes era instrumento de tortura, hoje para aqueles que andam nos caminhos do Senhor, é fonte de santificação!”

Após a Santa Missa, tinha barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show bem animado com Ministério kairós.

Texto de Brenda Leal

Fotos de Brenda Leal

Festa do Padroeiro São Pedro: 6° dia

GEDSC DIGITAL CAMERA

Celebramos hoje, 25 de junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a sexta noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:30 e foi presidida pelo Padre

Paulo Santos Sales.  Na qual é administrador Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus em Itabatan – BA.

Em sua homilia, foi meditado o subtema do sexto mandamento, “Não pecar contra castidade”.Confira algumas citações da homilia:

“Mestre o que devemos fazer para alcançar a vida eterna? E Jesus respondeu: Observar os mandamentos. É o que vocês estão fazendo aqui no novenário, observando os mandamentos. Se estivermos em falta com algum mandamento, fica difícil entrar no céu.No Catecismo da igreja católica diz sobre a castidade :

“«Não cometerás adultério» (Ex 20, l4) (82). «Ouvistes que foi dito: “Não cometerás adultério”. Eu, porém, digo-vos: Todo aquele que olhar para uma mulher, desejando-a, já cometeu adultério com ela no seu coração» (Mt 5, 27-28).”.

E seguiu falando que a Castidade é uma virtude da moral, dada aos batizados, Dom de Deus. Os noivos com castidade sabem esperar o tempo certo para o momento carnal. Ninguém pode destruir o matrimônio, por que se você comete adultério, você mata a família. Você peca contra castidade na: Prostituição, fornicação, olhares, por pensamentos, por palavras, masturbação, a homossexualidade, o sexo desenfreado muitos falam “bobagens” na frente dos filhos, colocam dentro de casa amigos com pensamentos e condutas erradas que levam o fim do casamento, a sexualidade, por que a castidade é um Dom de Deus, é um Dom do Espírito Santo. As pessoas falam o importante é ser feliz. NÃO! O importante é SALVAR! É difícil abandonar o pecado. Depois as pessoas vêm pedir para igreja mudar. A castidade é a chance que temos de viver/ imitar a pureza de Cristo.

Nem  todo aquele me diz: Senhor, Senhor,entrará no reino dos céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai que está no céus.(Mateus 7,21.) Somos todos nós  que pregamos o Evangelho, não só o Padre e quem pega no microfone, somos todos nós Cristãos. Judas expulsou os demônios, profetizou, fez todas as coisas mas faltou amor e caridade. Muitos na igreja pregam em movimentos e pastoral, mas não perdoa o padre,não perdoa alguém de uma pastoral, não perdoa o pai e a mãe, não perdoa o irmão e a irmã. Infelizmente tem pessoas assim, que não sabe perdoar. O Homem e a mulher prudente devem construir sua vida espiritual em Cristo.  A igreja é a coluna que prega a verdade. Têm desagradado as pessoas por que  elas querem ouvir a mentira.

Após a Santa Missa, tinha barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show com Banda Renovação, que animou o lugar até o final da festa. Confira o vídeo da Banda Renovação:

https://www.facebook.com/video.php?v=636033229864729

Texto de Rani Mendes

Fotos de Deibson Cruz

Festa do Padroeiro São Pedro: 5° dia

5° dia do novenário

Celebramos hoje, 24 de junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a quinta noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:30 e foi presidida pelo Padre Moisés Antônio de Almeida Porcino.

No Início da Missa Padre Moisés fez uma pequena um exame de consciência , já meditando sobre o mandamento não matar:

“Pedimos perdão que matamos nosso irmão com a indiferença, colocando nosso irmão de lado na caminhada, na vez que usamos palavras que matam, feri… e tudo isso pesa no coração. Por isso vamos pedir de coração contrito, perdão.”

Em sua homilia, foi meditado o subtema do quinto mandamento, “Não Matar”.

Confira algumas citações da homilia:

“Caríssimos irmãos e irmãs em Cristo é com grande alegria que estamos celebrando este novenário em honra ao nosso padroeiro São Pedro. E a feliz idéia do nosso Padre Roberto que escolheu os mandamentos para refletirmos durante esse tempo de preparação para a grande festa  do nosso  padroeiro São Pedro. Refletir os mandamentos e para nós  uma ação concreta de transformação. O que  nos leva a perceber  as dificuldades que temos , os nossos anseios, as nossas angustias, mas também a nossa falta de adesão ao  reino de Deus. E aos compromissos da nossa Fé.  É preciso estarmos abertos a ação de Deus.E para tanto é preciso aceita os mandamentos  com as convicções de nossa Fé. Esse compromisso com a lei de Deus, devemos nos torna profetas. Profetas que anunciam mas que principalmente denunciam  as injustiças e o pecado que está sendo vivenciado por nós. As vezes a gente procura um confessor e  por várias vezes a gente fala o mesmo pecado. Será que o pecado é um calo na  nossa vida que não pode ser arrancado de nós? Ou devemos trabalhar a nossa consciência humana  de que temos que fazer esse processo de metanoia ,de romper pela raiz esse mal que assola nossa vida e nos faz pecar. É preciso ser intolerante com o pecado. Deus ama o pecador, mas abomina o pecado. Por isso não podemos pensar, ah depois, quando eu puder, quando for possível, eu vou deixar de lado e vou primar pela minha vida de fé, pela minha conversão. E o tempo vai passar e a gente nem percebe. O Senhor vai falar, tolo, ainda hoje  chamarei a tua alma. E o que a gente vai fazer? Todo pecado tem um cunho mortal. Por isso nós devemos evitar tudo aquilo se torna intolerante aos olhos de nosso Deus, ainda mais tirar a vida do nosso irmão. Nada lhe pertence, do fio de cabelo a unha do pé, nada lhe pertence. Por isso a igreja condena o aborto. A morte de um ser inocente em formação. Quando Deus toca nosso coração e nós conscientes da nossa fé buscamos vive-la intensamente, na nossa caminhada, Deus já está presente na nossa vida. Dar testemunho da Fé é viver constantemente o propósito do amor em nosso meio, sem deixar nenhuma lacuna, nenhum vazio para ação do demônio.

Por que o demônio usa do nosso orgulho para nos fazer contradizer a vontade de Deus. Nós que devemos ser  humildes, manso como Jesus cristo, nós negamos esse propósito. Queremos ser superiores sempre.Por isso

a arrogância de não nos dobrarmos com humildade… de termos coragem de pedir desculpa, de pedi perdão , ter coragem de buscar a reconciliação. De fazer acontecer no meio de nós a cultura de vida e não de morte.

Ressentimentos, a mágoa,rancor, sentimento de vingança, destrói um coração que ama.Precisamos ser mais forte do que a tentação. precisamos nos colocar em  prontidão , servindo ao Senhor, com nossa própria vida, como nossa atitude,com as nossas escolhas,mas , também com as nossas renuncias e as vezes são tão difíceis. Renunciar alguma coisa que nós gostamos é muito difícil, mas não é impossível. Deus nos mostra no seu filho Jesus que o homem pode se redimir, o homem pode achar uma razão maior para sua vida, para que alcance-a plenitude da vida eterna. O mundo é passageiro, vivemos na temporalidade humana é preciso almejar as coisas do alto que é eternas. Por isso devemos guardar os propósitos em nosso coração da nossa fé.”.

Após a Santa Missa, tinha barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show com Franedir. Confira o vídeo do Franedir:

Texto de Rani Mendes

Fotos de Maurício de Jesus

Festa do Padroeiro São Pedro: 4° dia

4° dia do novenário

Celebramos hoje, 23 de junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a quarta noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:30 e foi presidida pelo Padre Edvaldo Oliveira Santana. Administrador Paroquial da Paróquia Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Itamaraju- Ba .
Em sua homilia, foi meditado o subtema, quarto mandamento, “Honrar Pai e Mãe”.

Confira algumas citações da homilia:

“Como nós precisamos abençoar nossas famílias. E voltarmos para nossa família. Zacarias e Isabel honravam a Deus, viviam sempre junto de Deus, justos, fies, retos, sempre na escuta de Deus. E sempre colocando a serviço do reino de Deus, sempre entregando a Deus a vida daquela família. Aquele casal ..Zacarias , Isabel, tinham vontade de ter um filho. Que maravilha foi esse filho: João Batista. Que nós celebramos a festa amanhã do nascimento do João Batista. João Batista nasceu com uma grande missão. Nasceu de uma condição impossível aos olhos dos homens, Isabel estéril, Isabel e Zacarias de idade avançada, aos olhos humanos impossível e Deus fez que daquele casal que já tinha o desejo de ter um filho, que nascesse um grande homem. Nasce um homem que desde o ventre materno a responsabilidade de conduzir famílias para Deus. Ele fez muito bem essa Missão. João enfrentou muitos desafios, por que ele defendia a família, ele não admitia o adultério.
Viveu esse grande amor de Deus, na função de preparar o caminho pro Senhor, levar o povo a conversão. Preparar para receber o Salvador. Queridos irmãos e irmãs, famílias, nós somos também convidados hoje a meditar, refletir um pouco sobre o mandamento honrar pai e mãe. Tudo isso começa talvez, lá no relacionamento conjugal da família quando a honra, o amor, quando se vive bem, quando se vive segundo a Palavra , vai ajudar aos filhos a entender o que é honrar. O que é honrar pai e mãe? Honrar é respeitar. É querer bem, é não agredir ao outro é não fazer mal paa o outro.
Então os filhos vão perceber as honras entre seus pais e irão crescer nesse jeito bonito de harmonia do carinho , honra e comunhão e respeito pelo outro. Isso faz muito bem.
Ame, respeite, você vai ser muito mais feliz. Feliz é o filho que respeita o pai e a mãe. O filho que respeita o pai e a mãe está preparando um lugar no céu. Por isso honrar teu pai, honra tua mãe. O que é honrar pai e mãe? É obedecer, é respeitar, é perdoar,é querer bem, é ser manso,é ser humilde,é tratar como autoridade sua. Você não honra as autoridades que comanda o país? Quando uma lei é imposta mesmo você não concordando tem que respeitar. Da mesma forma você tem que respeitar papai e mamãe. Uma vez que o papai e mamãe quer sempre o melhor pro filho. Que Deus abençoe e ajude a você a viver esse mandamento para sua santificação, para santificação da família que você pertence, faz parte. Honrar pai e mãe é o caminho para sua santificação. Vamos buscar então o prazer de conviver em família. O prazer de estar em família.”.

Após a Santa Missa, tinha barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show muito harmonioso com Lucas e Rodrigo Rodrigues. Confira o vídeo do Lucas:

Texto de Rani Mendes
Fotos de Brenda Leal

Festa do Padroeiro São Pedro: 3° dia

 3° dia do novenário

Celebramos hoje, 22 de junho de 2015, na Paróquia São Pedro Catedral, a terceira noite do Novenário em Honra ao Glorioso São Pedro, padroeiro da Diocese. A celebração Eucarística aconteceu às 19:30 e foi presidida pelo Padre Antônio Gilberto de Oliveira. Administrador Paroquial da Paróquia São José em Mucuri – Ba e Vigário da Diocese de Teixeira de Freitas Bahia- Caravelas. Como Padre Roberto explicou, quando o Bispo Dom Carlos não está presente é o Padre Gilberto que responde pela Diocese. Também fizeram se presentes os seminaristas, tendo entre eles como destaque Leônidas Cardoso Reis Júnior, que  cantou a ladainha de São Pedro.

Padre Gilberto iniciou a Santa Missa ressaltando o canto que falava do amor de Jesus e prosseguiu falando da importância do novenário com o tema os 10 mandamentos. Em sua homilia, foi meditado o subtema, terceiro mandamento, “Guardar domingos e festas de guarda”.

Confira algumas citações da homilia:

“Permanecei no meu amor é o que Jesus pede e isso é fundamental para entender os dez mandamentos. É muito importante  o subtema “Guardar domingos e festas de guarda” porém muitos irmãos não obedecem. Recebem uma visa e não vai a Missa. Ir a Missa, Guarda domingos e festas, para nós é sinal de liberdade e não escravidão. É preciso ser obediente a Deus , para que o Reino de Deus cresça. Teixeira de Freitas é Terra de missão. A promessa que Deus fez a Abraão continua até os dias de hoje. A escolha é de Deus, a prática de observar os mandamentos de Deus. O Espírito Santo age primeiro que a nossa (vontade), mas Ele nos dá liberdade para viver… Jesus pede que obedecemos o pai, por isso Ele disse: Permanecei no meu amor. A iniciativa é Deus, o amor é de Deus. Por que guardar Domingos e festa? Por que é o dia do Senhor, Santo Justino (†165), mártir, escreveu: “Reunimo-nos todos no dia do sol, porque é o primeiro dia após o Sábado dos judeus, mas também o primeiro dia em que Deus, extraindo a matéria das trevas, criou o mundo e, neste mesmo dia, Jesus Cristo, nosso Salvador, ressuscitou dentre os mortos“ (Apologia 1,67).   Não basta ler os mandamentos, temos que rezar para viver a graça de seguir os mandamentos. Eu creio num Deus que abençoa. Nós católicos temos que ficar envaidecidos com nossa tradição. Hoje com a internet, tudo a um clique , mas ela não mostra uma caminhada (cristã). Ir à Missa não é uma obrigação, é um dever. Não existe sinal maior que o amor de Deus se não a Cruz. Ele insiste tanto permanecei no meu amor. Jesus não tolera hipocrisia. A gente não pode cair em tentação de julgar as pessoas. Se a gente vem a missa ou a Adoração ao Santíssimo,vem… Você precisa se sentir bem vindo para celebrar, se você não se sente bem peça essa graça ao Senhor. Quando a Missa termina  começa a nossa Missão.”.

Padre Gilberto também falou sobre o catecismo da igreja e sugeriu que lêssemos mais sobre os dez mandamentos. Confira o catecismo:
http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s2cap1_2083-2195_po.html

Após a Santa Missa, tinha barraquinhas com diversas comidas deliciosas e um show muito empolgante com o Ministério Santa Cecília. Confira o vídeo do Ministério Santa Cecília:

https://www.facebook.com/video.php?v=633934926741226

Texto de Rani Mendes

Foto de Maurício Jesus

Scroll To Top